quinta-feira, 15 de março de 2018

🚨 A L E R T A 🚨

Pede-se a todos os peregrinos para terem em atenção as condições climatéricas que estão a assolar Portugal e a Galiza.
Antes de iniciar a sua jornada diária por favor questione no Albergue, Bombeiros ou Policia das condições do terreno e a possibilidades de inundações devido ao aumento dos caudais de rios, riachos e ribeiros.
Caminhe em Segurança!
Ultreya e Suseia.
Bom Caminho.

domingo, 11 de março de 2018

TUY / Ponte de S. Telmo * * * * * A L E R T A * * * * *

ETAPA: TUY > PORRINO

O caminho na sua passagem pela Ponte de S. Telmo, está encerrado por motivos inundação, hoje dia 11/02/2018. Para vossa segurança sigam a rota alternativa marcada pela Policia Local de TUY.
 Bom Caminho!

 Ps. Obrigado Mayte Morris Morris!




* * * * * A L E R T A * * * * *


ETAPA: SANTARÉM > GOLEGÃ

Informamos que a zona ribeirinha do Tejo após Vale de Figueira está inundada.
Os Peregrinos, depois de Vale Figueira, devem seguir pela N365 até a Azinhaga passando pelo Pombalinho, evitando assim toda a zona ribeirinha da quinta da Piedade e a zona do Reguengo do Alviela.
Pedir informações no café em frente da Igreja de Vale Figueira!
CAMINHE EM SEGURANÇA.
Bom Caminho!



terça-feira, 1 de agosto de 2017

Mais de 42 mil peregrinos esperados em Valença?

Assim vamos por terras portuguesas!
Por aqui o Caminho de Santiago (tal como o francês) virou uma questão de moda local onde o turismo ultrapassou a peregrinação, onde os "momentos bem passados" arredou a espiritualidade.


Ao contrario do que apregoa a Administração Pública Regional e Local o Caminho não é, nem pode ser Turismo! Se querem um exemplo observem o que se está a passar no Caminho Francês! é isso que pretendem? NÓS NÃO! 

Esta é a palavra de quem fez (sim porque antes dos senhores chegarem existiram pessoas que sem qualquer interesse económico ou outro) trabalho e realizaram a investigação, a delimitação e a sinalização, de um itinerário que os senhores nem sabiam  que existia e da qual as Direcções Regionais de Turismo; as Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia.

Os senhores ao pretenderem ter mais peregrinos vão massificar o Caminho Central Português a Santiago, na verdade estão a tratar um Caminho de Santiago como algo que não é nem pode ser... um produto Turístico!

Ultreia e Suseia e Bom Caminho!

Ler noticia